terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

"Só sei que nada sei."

Com o curso de Artes Visuais, tive um contato mais profundo com a Filosofia e talvez pelo professor e pela minha amiga de todas as horas ( que mais na frente fará parte deste blogger), consegui enxergar o poder de transformação que ela pode ter em nossas vidas.


Com essa postagem vou tentar mostrar como.


"A palavra filosofia é grega. É composta por duas outras: Philo e sophia. Philo deriva-se de philia, que significa amizade, amor fraterno, respeito entre os iguais. Sophia quer dizer sabedoria e dela vem a palavra sophos, sábio.


Filosofia significa, portanto, amizade pela sabedoria, amor e respeito pelo saber. Filósofo: o que ama a sabedoria, tem amizade pelo saber, deseja saber.(...)


Pode-se perceber que os dois primeiros períodos da filosofia grega tem como referência o filósofo Sócrates de Atenas(...) o que propunha Sócrates?


Propunha que, antes de querer persuadir os outros, cada um deveria, primeiro e antes de tudo, conhecer-se a si mesmo. (...)


O retrato que a história da filosofia possui de Sócrates foi traçado por seu mais importante aluno e discípulo, o filósofo ateniense, Platão.


Que retrato Platão nos deixa de seu mestre, Sócrates?


O de um homem que andava pelas ruas e praças de Atenas, pelo mercado e pela assembléia indagando a cada um:"Você sabe o que é isso que você está dizendo?", "Você sabe o que é isso em que você acredita?", "Você acha que está conhecendo realmente aquilo em que acredita, aquilo em que está pensando, aquilo que está dizendo?". "Você diz", falava Sócrates, " que a coragem é importante, mas: o que é a justiça? Você diz que ama as coisas e as pessoas belas, mas o que é a beleza? Você crê que seus amigos são a melhor coisa que você tem, mas: o que é a amizade?"


Sócrates fazia perguntas sobre as idéias, sobre os valores nos quais os gregos acreditavam e que julgavam conhecer. Suas perguntas deixavam os interlocutores embaraçados, irritados, curiosos, pois quando tentavam responder ao célebre"o que é", descobriram, surpresos, que não sabiam responder e que nunca tinham pensado em suas crenças, seus valores e suas idéias.


Mas o pior não era isso. O pior é que as pessoas esperavam que Sócrates respondesse por elas ou para elas, que soubesse as respostas às perguntas , como os sofistas pareciam saber, mas Sócrates, para desconcerto geral, dizia:"Eu também não sei, por isso estou perguntando."Donde a famosa expressão atribuída a ele " Sei que nada sei".


A consciência da própria ignorância é o começo da Filosofia."



E que seja o começo para que possamos enxergar com nossos olhos e não com os olhos que querem que vejamos, ou seja tudo nos é passado da maneira que melhor convém para que não criemos problemas.


Mesmo não sendo filósofos podemos ter atitudes filosóficas, que nos levam a questionar o que é pré estabelecido e que por várias circunstâncias aceitamos sem questionar.


Será que essas atitudes não nos levariam a ver o mundo com um segundo olhar, como se existisse sempre algo a ser revelado e isso não nos causaria alguma transformação?


Vamos estranhar e nos espantar diante do que é pré estabelecido!!!!!!!!



3 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom,com certeza quero sempre ter essa atitude de espanto diante da vida. bjs

Anônimo disse...

Lindo ! Marcia Rangel

Márcia disse...

Anônimo, se todos tivessem atitude e coragem para reagir, o nosso mundo seria bem melhor.Obrigada pela visita.

Marcinha você é suspeita para comentar.

Bjs